Programa Minha Casa, Minha Vida: qual a faixa de renda necessária? - Spinola Consultoria Imobiliária

O financiamento ainda é a modalidade mais usada pela grande parte dos brasileiros na hora de conquistar o sonho da casa própria. E uma dúvida que costuma surgir é sobre qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa Econômica Federal.

Já que esse costuma ser o banco mais usado, principalmente devido aos programas de incentivo do governo, como o Minha Casa, Minha Vida. Mas, você sabe qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa? E como funciona um financiamento de imóvel? Continue a leitura e descubra!

Qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa?

Para financiar um imóvel pela Caixa ou por qualquer outro banco é fundamental ter como comprovar a sua renda. Afinal é a partir dela que a instituição financeira poderá definir itens importantes como o valor da entrada, das prestações, a taxa de juros e se você é elegível para algum programa do governo.

A renda é a soma de todos os rendimentos dos integrantes da família que irão morar no imóvel. Por exemplo, a renda pode ser composta pelo casal, dois irmãos, namorados, mãe, pai e filhos e assim por diante.

No entanto, a renda é composta somente se os envolvidos usufruírem do imóvel, por exemplo: você não poderá comprar um apartamento com a sua irmã se ela não for morar lá. Quanto maior for essa renda, maior também será o valor máximo do imóvel que poderá ser financiado.

Assim, a renda mínima dependerá muito do valor do imóvel que você deseja financiar. Lembrando, claro, que o valor da prestação não deve comprometer mais do que 30% do seu salário, caso contrário o banco não fará o financiamento.

Nesse caso, vamos supor que você queira financiar um imóvel no valor de R$ 185 mil, 100% financiado e com um prazo máximo de 20 anos. De acordo com os dados do site da Caixa, o valor de prestação será em torno de R$ 1 mil mensais e a renda mínima familiar deverá ser de aproximadamente R$6 mil.

Mas ainda vale destacar a importância dos juros, que é variável de banco para banco. Quanto mais elevados forem os juros, maior também terá de ser a sua renda.

Fatores que influenciam no financiamento de um imóvel

Além da regra dos 30%, existem outros pontos que podem influenciar no seu financiamento e torná-lo apto ou não para comprar um imóvel. Veja alguns.

Relacionamento com o banco

Como dissemos, os juros são itens fundamentais quando o assunto é financiamento de imóvel. E a taxa deles pode variar dependendo do grau de relacionamento que você possui com o banco.

Para as pessoas que já são correntistas ou fazem transações com o banco, por exemplo, é possível conseguir taxas de juros mais atrativas, fazendo com que você não precise ter uma renda tão alta.

FGTS

O Fundo de Garantia também pode ser usado para financiar um imóvel, abatendo o valor total do que deverá ser financiado ou reduzindo o valor das prestações. Mas para ter esse direito é preciso:

– ter, no mínimo, 3 anos de carteira assinada (esse período não precisa ser contínuo);

– não ter nenhum financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) em nenhuma localidade do país;

– não ser proprietário de nenhum outro imóvel residencial na mesma cidade onde pretende comprar seu novo imóvel;

– trabalhar ou residir no município onde está localizado o imóvel.

O bem a ser comprado também precisa seguir alguns critérios, como estar dentro do limite máximo de valor definido pelo SFH (que varia de tempos em tempos), ser um imóvel urbano e destinado a moradia. Além disso, o imóvel não pode ter sido objeto de operação com FGTS nos últimos 3 anos.

Funcionário público

Para os funcionários públicos qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa? Eles possuem alguns benefícios na hora de financiar um imóvel, conseguindo pagar menos juros e ainda financiar um valor maior do imóvel.

Por exemplo, no caso da compra de uma casa de R$185 mil, um funcionário público conseguirá ter acesso a juros menores e, portanto, poderá financiá-lo com uma renda também menor.

Valor de entrada

Se a sua renda não é suficiente para financiar o imóvel que você deseja, é possível “pagar” essa diferença na entrada, abatendo o valor do financiamento.

Por exemplo, se você quer financiar um imóvel de R$180 mil, mas pela sua renda o banco apenas permite imóveis de até R$100 mil, você poderá pagar os R$80 mil na entrada e financiar o restante.

Minha Casa, Minha Vida

As famílias com renda mais baixa ainda têm uma possibilidade de conseguir financiar a casa própria, que é o programa Minha Casa, Minha Vida. Ele é dividido por faixas de renda, com juros variáveis em cada uma delas e outros incentivos governamentais.

Os valores variam de R$1,8 mil até R$ 9 mil mensais, com taxas de juros que vão de 5% a até 9,16% ao ano. Sendo que as famílias com rendas mais baixas (entre R$1,8 mil e R$2,6 mil) ainda contam com subsídios do governo.

Qual imóvel posso comprar com a minha renda?

Com essas informações, já ficou mais fácil entender qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa?

Os dados para realizar o financiamento do imóvel variam muito, já que depende de cada banco e também das condições do comprador. Além disso, é preciso levar em consideração os juros que são atribuídos ao pagamento.

Você pode fazer uma simulação gratuita em nosso site, através do nosso Aprovador de Crédito online.

Depois de ler essas dicas, você já sabe qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa? Se ainda tem alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

Tire suas dúvidas